Bodas de Algodão: casando de novo

Conheci o Ivan em fevereiro de 2011 e quatro dias depois estávamos namorando. Um prato cheio para comentários do tipo: “Que precipitação, isso não vai durar!”.

Não só durou como acabou em casamento. Ou melhor, apenas começou…

Pedido de casamento no lançamento do livro

Dissemos “sim” em 2014 e desde os preparativos me vi completamente apaixonada por esse universo mágico que inclui véus e grinaldas.

Amar faz bem. Como faz!

A troca de alianças

Depois do casamento veio o apartamento novo e a vida em comum, tão gostosa quanto os votos trocados no altar. São quase 2 anos de séries, jantares, conversas, namoro, faxinas, viagens e até algumas brigas. Eu poderia dizer que a vida a dois não é tão fácil, mas é.

É por tanta facilidade em dividir o teto, as contas, os gatos e até o blog que nos pegamos pensando na cerimônia de casamento (já viu o nosso sim?) e sentindo saudade.

O que faríamos diferente? Aliás, alguma coisa seria diferente? E por que pensar no que poderia ter sido se temos uma vida inteirinha para compartilhar? São essas pequenas reflexões que a gente se pega fazendo em uma manhã de domingo que rendem grandes decisões, e com a gente foi mais ou menos assim.

Beijo recém-casados com balões no céu

Resolvemos guardar o casamento, aquele que aconteceu em um lindo dia de agosto, como uma das nossas melhores lembranças. Mas também resolvemos que está na hora de criar outras. A vida é mais gostosa assim. O amor nem se fala.

Por tudo isso decidimos: vamos casar de novo!

Sem precipitação, sem a euforia da primeira vez que se coloca um vestido branco, mas com o mesmo amor e a convicção de que temos paixão para repetir, dia após dia: “eu te amo hoje”.

Vem aí o nosso “sim, aceito mais uma vez”. Como não poderia deixar de ser, #aloucadoscasamentos aqui contará todos os detalhes.

Por enquanto darei apenas uma dica: Senses Cancun.

Senses - Casamento em Cancun

Diário de Renovação de Votos

Comente

tags:

©2012-2018 - Eu te amo Hoje - Todos os direitos reservados.
Todas as imagens de filmes, séries e etc. são de marcas registradas dos seus respectivos donos.