Personalize sua Coca-Cola!

669 vezes obrigado! A história de Nicholas Winton

Herois existem. E, os de verdade, costumam ser anônimos e podem passar a vida toda sem contar para alguém sobre o seu ato de heroísmo. E foi assim com Nicholas Winton por muitas e muitas décadas, na verdade quase meio século, até que sua esposa encontrou um álbum antigo com fotos de crianças, telegramas, cartas e uma lista escondida no sótão.


Páginas do álbum de Nicholas Winton

Este álbum revelava um segredo: Winton ajudou a salvar 669 crianças da antiga Checoslováquia, na época do nazismo. É isso mesmo: o britânico mudou o roteiro de suas férias em 1938 após seu amigo Martin Blake o convidar para uma viagem até a Checoslováquia, pois ele queria lhe mostrar algo.

O país estava sob o domínio da Alemanha Nazista. Milhares de pessoas assustadas e perseguidas com um futuro nada promissor, podendo a qualquer momento ser mandadas para campos de extermínio. Ao pisar no país Winton sentiu o clima de terror e resolveu sair de sua zona de conforto e fazer algo, efetivo, para ajudar as crianças: mandá-las para outros países.

Em um trabalho nada fácil, Nicholas Winton pesquisou e coletou dados de crianças que precisavam de ajuda e escreveu cartas para vários países. Nos primeiros 9 meses de 1939, Winton planejou o transporte e o resgate de 669 crianças – judias, em sua maioria – da Checoslováquia para Inglaterra.

O número de pessoas salvas só não foi maior porque um grupo de aproximadamente 250 crianças não pôde seguir para Inglaterra devido ao bloqueio de todos os meios de transportes com o início da guerra. Essas crianças que não conseguiram embarcar infelizmente foram mortas em campos de extermínio.

Após esse feito mais que heroico, Winton resolveu não contar a história para ninguém porque não o achava tão extraordinário assim. Porém, após a descoberta de sua esposa, o britânico recebeu diversas homenagens:

– Foi agraciado com a Ordem de Tomáš Garrigue Masaryk, Quarta Classe, pelo Presidente Checo em 1998;

– No Aniversário da Rainha de 1983, ele foi nomeado como um Membro da Ordem do Império Britânico pelo seu trabalho na instalação na Grã-Bretanha de asilos da sociedade Abbeyfield e em 2002 foi nomeado cavaleiro pela rainha Elizabeth II em reconhecimento ao seu trabalho salvando crianças;

– O asteróide 19384_Winton foi nomeado em sua honra pelo casal de astrônomos checos Jana Tichá and Miloš Tichý;

– Vera Gissing, uma das crianças salvas na época escreveu a biografia de Winton, em agradecimento ao seu ato de coragem;

– Em 2008, Nicholas Winton foi homenageado pelo governo checo de várias formas. Uma escola de ensino elementar em Kunžak recebeu seu nome e ele foi agraciado com a Cruz do Mérito do Ministério da Defesa, Grau I. Também foi indicado pelo governo checo para o Prêmio Nobel da Paz de 2008.

A maior homenagem, porém, foi realizada em um programa de televisão britânico, que reuniu o maior número de pessoas que foram ajudadas por Nicholas quando crianças em uma plateia e o surpreendeu da forma mais emocionante possível.

Conheça esse homem e sua história e prepare-se para se emocionar muito e voltar a acreditar:

SIM, HEROIS EXISTEM!

669 VEZES OBRIGADO, Nicholas Winton!

Comente

tags:

©2012-2020 - Eu te amo Hoje - Todos os direitos reservados.
Todas as imagens de filmes, séries e etc. são de marcas registradas dos seus respectivos donos.